sexta-feira, 29 de abril de 2011

Reflita!

"Quem planta preconceito, racismo e indiferença não pode reclamar da violência"
(Quem planta o preconceito - Natiruts)



Onde você esconde seu racismo?



quinta-feira, 28 de abril de 2011

...

"Porque quando fecho os olhos, é você quem eu vejo aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim."

 Caio Abreu

Dica do dia:


kkkkkkkkkkk =)

Bjão

Compra coletiva, é legal?



Hoje em dia temos um leque de opções para quem quer pagar menos, não é verdade? São inúmeros sites de compra coletiva, produtos com esses descontos que nos induzem a gastar.
Tive uma experiência comprando em um site chamado Clube de Desconto. Sempre olhava esses sites, via várias promoções, mais só ficava nisso, mas, final de semana passado meu namorado comprou para mim uma prancha que estava de 24,90 no Clube de Desconto. Eu como sempre estava eufórica e meio pé atrás, apesar de ter comprado pela a internet uma vez, esse era um novo site. Bom, fizemos todos os processos devidos, o Pagseguro prontamente nos liberou a compra, então recebemos o email de analise do Clube de Desconto informando que no prazo de 1h estaria liberando o cupom para compra. Bom, passaram-se dois dias ¬¬. Como sou super chata com relação a isso e com medo de perder dinheiro, é claro, fiz meu cadastro no Pagseguro e percebi que podia abri uma disputa e bloquear o pagamento até eles resolverem meu problema, foi o que fiz! Lembrando que antes disso esses dois dias anteriores, liguei, mandei emails, reply no twitter, tudo possível, e obtive o que? Nenhuma resposta, então entrei no site do Pagseguro e abri uma disputa na terça-feira a tarde e no outro dia pela manhã meu cupom estava no meu email, todo lindo, interessante como ás coisas funcionam rápido não é verdade? Só assim consegui que minha compra fosse liberada.
Reforçando que fui muito bem atendida pela Pagseguro, que até entrou em contato comigo por telefone perguntando se poderia encerra a disputa e se o site de compra coletiva já havia liberado a compra. O Clube do Desconto veio responder meus emails, rplys e o cacete, agora, quando o produto já chegou em minhas mãos, quem guenta?
Apesar de não ter tido uma perda financeira com o site, isso me fez perceber que esse site de compra coletiva não tem o mínimo de respeito com seu público, além de não terem organização e pessoas eficientes, então, faço questão de passar isso para todos.
Concerteza pela internet deve existi muitos sites como esse site de compra coletiva , mas também existi outros como o Pagseguro, com exemplo da Camiseteria que também respeita e atende bem os seus clientes.
Então, comprar no Clube de Desconto não é LEGAL! 

Olha minha pranchinha que eu amor me deu  *__*


Obs: Ainda ganhei outro cupom, porque eles esqueceram que mandaram... quem quer? rsrsrs


Bjo a todos!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Mulher!

— Ela tem muita dúvida como todos têm. Mas nem todos sabem a beleza de saber lidar com a tristeza. Ela sabe.


Caiu Abreu

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Provocar-te


Provocar-te
Olhando em seus olhos
Provocar-te
Colocando uma venda em seus olhos
Provocar-te
Com uma pena macia
Provocar-te
Com mordidas em sua orelha
Provocar-te
Com beijos molhados no seu pescoço
Provocar-te
Com puxadas de cabelo
Provocar-te
Com arranhões em suas costas
Provocar-te
Com beijos em sua virilha
Provocar-te
Com o simples calor do meu corpo
Provocar-te
Com gestos maliciosos
Provocar-te
Com minha língua percorrendo seu corpo nu
Provocar-te
Com carinho na sua nuca
Provocar-te
Com minha respiração em seu ouvido
Provocar-te
Com um beijo longo em sua boca
Provocar-te
Com minhas mãos a percorrendo seu corpo
Provocar-te
Com uma simples palavra...


Autor: Desconhecido



Uma dose de Clarice...



Mas há a vida
que é para ser
intensamente vivida,
há o amor.
Que tem que ser vivido
até a última gota.
Sem nenhum medo.
Não mata.

Clarice Lispector

quarta-feira, 13 de abril de 2011


"Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta."


Caio Abreu

terça-feira, 12 de abril de 2011


"Se me dessem um último pedido, eu escolheria você."
Caio Abreu

“Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos se não fora
A mágica presença das estrelas!”

Mario Quintana

segunda-feira, 11 de abril de 2011



Se a gente não fosse
feita para ser feliz
Deus não teria caprichado
tanto nos detalhes.



Ana Jácomo

Amor de graça?

Não, nada no amor é de graça.
Tudo se cobra.
O carinho não demonstrado;
O beijo que não foi selado;
Ou olhar que não foi desvendado.
Tudo se cobra.
A razão que lhe foi tirada;
A atitude que não foi tomada;
Aquela frase que não foi falada.
Tudo se cobra.
O atraso que foi cometido;
O eu te amo que não foi dito;
A boca que se foi calada.
Tudo se cobra.
Amor cobra.
Cobra amor...
Cobrar amor?
Não, nada é de graça e pelo que vi, nem no amor!

domingo, 10 de abril de 2011

Focinhos


Ah, se as pessoas soubessem o que há por trás de um focinho,
Focinho úmido, geladinho,
Preto, marrom, desbotadinho,
Simples e lindos focinhos.


Ah, se as pessoas soubessem o valor de um focinho,
Focinho medroso ou metido,
Focinho manhoso, carinhoso,
Simples amigos focinhos.


Ah, se as pessoas tivessem ao menos um focinho,
Não sobre o próprio rosto,
Mas em carne, pelo e osso,
Fonte pura de carinhos.


Ah, se as pessoas protegessem os focinhos,
Focinhos que vivem sozinhos,
Amores desperdiçados; focinhos amargurados,
Focinhos pra todo lado.


Ah, se as pessoas conhecessem os focinhos,
Quanto amor, quanto carinho,
Anjos peludos, sem narizinhos.
Anjos fofos atrás de focinhos.


Ah, se eu pudesse ver todos os focinhos,
Amados e acolhidos,
Crianças da criação, anjos de bem querer,
Focinhos em plena evolução.


Ah, se as pessoas soubessem,
Quanto amor e dedicação,
Quanta vida, quanta paixão,
Quanto vale o amor de um cão.


Ah, se eu pudesse mostrar para todos, o valor de um focinho,
A gratuidade de um carinho,
O que existe de verdade,
Por trás de um simples focinho.


Autor: Claudia Zippin Ferri

terça-feira, 5 de abril de 2011

Qual a cor?


Qual a cor da vida?
Mudamos a todo instante.
Todos os dias viramos a página, mudados de humor, mudamos de trabalho mudamos de amor, mas continuamos a escrever nossa história.
Usamos a cor, vivemos de cor.
Existem dias que fazemos rabiscos, que a borracha do tempo apaga.
Tem aqueles dias que abusamos das cores, e usamos todas em um dia só!!
Todos os sentimentos aos montes. Porque a vida em preto e branco é um saco...
Eu quero é cor, eu quero é vida!!
Quero um arco-íris, um arco-íris de sentimentos.
Por: Leila Campelo